Buscar
  • Fisioterapia Tavares

Aumente a comunidade do seu blog


Cicatriz Hipertrófica é diferente de quelóide. Tem como prevenir e tratar para os casos em que ela já está presente (instalada). Vamos falar um pouco sobre esse tipo de cicatrização. Ela acontece por excesso de depósito de tecido cicatricial, o organismo não consegue regular a quantidade de células que serão colocadas ali e acaba se excedendo (colocando em maior quantidade).


Isso pode acontecer por diversos motivos mas a ênfase aqui é o aumento do volume da cicatriz devido à lesões frequentes e repetitivas ocasionadas por mobilização errada e/ou aplicação de aparelhos que lesionam (machucam) ainda mais a região e, atrapalham o processo de cicatrização resultando neste aspecto na foto.


A mobilização para auxiliar, prevenir e tratar uma cicatriz é algo delicado que não pode nunca prejudicar o novo tecido que está sendo formado ali. Para isso, precisa de avaliações constantes, acompanhamento frequente, orientações corretas, terapias eficazes e embasadas em estudos de excelente qualidade (não é qualquer reportagem e/ou artigo tirado da internet), prática, cursos de especialização também de excelente qualidade, constante atualização (reciclagem/estudo), observação e intervenção ("aplicar a técnica") qualificada.


O processo de cicatrização envolve respostas complexas do seu organismo que precisam de atenção, controle e modulação para fique uma cicatriz funcional e esteticamente bem formada.


Na foto, uma cicatriz hipertrófica. A hipertrofia de cicatrizes pode ser prevenida e pode também ser tratada.

Foto: Revista Brasileira de Cirurgia Plástica, 2015.

0 visualização

Entre em contato

com a gente

SHIS QI 05, Bloco D, Ed. Hangar 5 - Lago Sul

Brasília-Df. Cep: 71.615-485

fisioterapiathays@gmail.com

(61) 3365-1235   |   (61) 992828710  (61) 99672-9032