Buscar
  • Fisioterapia Tavares

Diástase Abdominal e Abdominoplastia.


A cirurgia é feita com objetivo de reposicionar a musculatura, os órgãos, remover excessos que podem causar alterações de pele, posturais, de higiene, de auto-imagem, entre outros. A reabilitação pós cirúrgica envolve não só a atuação nos tecidos conjuntivos frouxos, adiposos e pele, como também na musculatura e articulações envolvidas ou próximas a região cirúrgica. O acompanhamento no pós operatório previne disfunções após a cirurgia. A reaproximação da musculatura abdominal aumenta a pressão intrabdominal, aumenta a sobrecarga na musculatura pélvica, normalmente já alterada devido ao aumento de peso, a gestação ou falta de fortalecimento desta região, podendo causar disfunções do sistema urinário, sexuais, posturais, entre outras quando não acompanhadas e fortalecidas devidamente no pós operatório. O trabalho de fortalecimento pélvico, abdominal, juntamente com a atuação articular, tecidual e do sistema nervoso deve ser feito para prevenir e também para tratar. Com esse conjunto de intervenções é possível obter resultados cada vez melhores, mais completos, com mais qualidade e especificidade em menos tempo e com menos desconfortos/disfunções/intercorrências/complicações a curto, médio e longo prazo .

80 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo